Fake news: três dicas para evitá-las durante as eleições

Com o crescente uso das redes sociais e ferramentas virtuais, a informação passou a ser de domínio público. O imediatismo é o que pauta a vida das pessoas, tudo é divulgado em tempo real, e a sociedade consome informação como algo descartável.

Qualquer pessoa com acesso à internet pode compartilhar notícias, sejam elas verdadeiras ou não, e esse parece ser o maior desafio da atualidade. Como garantir que notícias falsas, as chamadas fake news, não se espalhem por aí como um vírus de computador?

Barrar a epidemia das fake news não é tarefa fácil, uma vez que, informações falsas divulgadas de maneira desordenada podem tomar proporções gigantescas, ainda mais em um país com cerca de 207 milhões de habitantes, como é o Brasil.

A importância das redes sociais na atualidade é inegável. A grande maioria das pessoas, principalmente os jovens, utilizam plataformas como Facebook e Twitter para obter informações e formar opiniões, dessa forma, em 2018, ano de eleições presidenciais, muitos candidatos irão utilizar as redes sociais como forma de ultrapassar as barreiras do horário eleitoral televisivo e angariar mais votos.  

E quando o assunto é corrida eleitoral, muitos partidos não medem esforços para sair na frente e prejudicar os oponentes. A variedade de candidatos e a polarização de ideologias políticas são fatores que contribuem para a disseminação das fake news. E como as grandes corporações do meio digital ainda não descobriram como coibir o compartilhamento dessas notícias falsas, indicamos aqui algumas ações para você evitar cair em correntes e informações desencontradas.

  1. Nunca compartilhe notícias que não apresentem fontes e dados confiáveis. Portanto, recebeu uma matéria mas não sabe a origem dela? Então não passe para frente.
  2. Procure ir atrás de informações adicionais. Ler somente uma matéria sobre determinado assunto é uma maneira vaga de se informar. Ao buscar outras referências é possível descobrir se o que está sendo divulgado é de fato uma verdade ou apenas sensacionalismo.

  3. Consuma notícias apenas de portais reconhecidos e de fontes oficiais. Sites pouco conhecidos e sem prestígio costumam divulgar notícias falsas apenas com a intenção de obter cliques, por isso passe longe de domínios desconhecidos.    

Seguindo essas dicas você fica mais protegido contra a onda das fake news e aproveita seu tempo online para escolher o melhor candidato das eleições de 2018. Por isso, fique de olho com o que publicam, pois, ao contrário do que dizem, se está na internet então pode não ser verdade!

Diniz Fiori

Diniz Fiori, Consultor de marketing, com especialização em marketing digital. Mestre em Administração. Coordenador da pós graduação de comunicação em mídias digitais da faculdade Estácio , possui MBA em Marketing e especialização em Administração estratégica. Diretor regional da ABComm- Associação Brasileira de Comércio eletrônico. Apresenta semanalmente a coluna sobre marketing e tecnologia na Rede Mercosul News, Record News-PR.

Website: http://www.digideias.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *